sábado, 21 de abril de 2012

Let's karma fuck us up

Hoje decidi esperar, não fazer mais nada, deixar o carma agir. Como já dizia o filósofo biscoitinho da sorte: "a espera não é uma esperança vazia, possui a certeza interior de alcançar seu objetivo". Que a ciclo da vida se recomece e que a reciclagem de matéria morta seja benéfica.

Pra Carol, Bel e Luma.

sábado, 7 de abril de 2012

( )

Percebi que amo parênteses
Amo dar exemplos
Amo perder a linha de raciocínio
e não saber como transcrever de uma forma linear
Amo não lembrar o que estava pensando
Amo (mas me irrita)...
o quê mesmo?

Me perdi

Me desculpe, eu perdi a razão
Igual novela na televisão
É verdade ontem me perdi
É verdade ontem me perdi

(Me perdi - Cachorro Grande)


Post dedicado a minha ignorância (que permanece mesmo após 16 anos) em me situar no centro do Rio.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Só acho

Às vezes acho tanta coisa sobre tudo que acho melhor não achar nada

Triste pequena Joana


Estava triste a pequena Joana
inconformada
com um mundo tão grande
mas tão grande
que ela não passava de joaninha

Odeio, mas amo.

Odeio fila
odeio multidão
odeio confusão
odeio cidade grande.

Odeio marasmo
odeio calma demais
Merde!
Sim, sim
eu amo cidade grande.

domingo, 1 de abril de 2012

Hoje eu quero morrer!

Hoje eu quero morrer. Quero morrer de amor. Quero morrer de tristeza. Quero morrer de alegria, de desgosto, de satisfação, de raiva, tanto faz. Quero me encher de um sentimento e senti-lo até a raiz. Quero ser levada pelo vento de uma emoção. Quero partir de lugar nenhum e chegar até onde eu suportar a dor que é sentir. Só não quero ter um dia vazio. Então me mate, da forma que for melhor pra ti, mas não me deixe mergulhada nas profundezas do marasmo.